sexta-feira, 2 de outubro de 2009

DEFINIÇÃO DE VELOCIDADE

Quando falamos em velocidade, uma capacidade neuromotora imprescindível nos esportes individuais e principalmente nos coletivos, raramente ela irá se manifestar de forma simples, mas em absoluto na sua forma complexa. Nela o atleta precisa correr, movimentar-se, reagir ou mudar de direção rapidamente.

Para Weineck (2003), a velocidade pode ser observada em três elementos: tempo de reação, freqüência de movimento por unidade de tempo e a velocidade com que se percorre uma determinada distância, onde a correlação entre eles determinam a performance de um exercício que requer velocidade.

No futebol um jogador não atinge a velocidade máxima instantaneamente, mas em média depois de uma aceleração de 5 a 10 metros. Para atingir uma alta velocidade o jogador deve reagir rápido, para imediatamente aplicar força máxima contra o solo e obter uma impulsão forte.

Segundo Vob (1993), velocidade é não só a capacidade de poder correr velozmente, como também a capacidade de coordenar, o que é de grande importância, movimentos acíclicos como saltos e lançamentos, seguidos de movimentos cíclicos como patinação no gelo.

Para Grosser (1991), Martin, Carl, Lehnerts (1991), Weineck (1992), Schnabel e Thieb (1993), a velocidade é o principal requisito motor, o qual permite tanto a movimentação, quanto a assimilação de outras capacidades de condicionamento e também da coordenação.

Schnabel e Thieb (1993) consideram a velocidade uma capacidade de condicionamento fundamental ao desempenho, a fim de que a atividade motora possa se realizar num menor período de tempo em menor ou maior intensidade.
Martin, Carl e Lehnerts (1991) que a velocidade, como um requisito de condicionamento, depende em maior grau da coordenação do Sistema Nervoso Central (SNC) e em menor grau dos mecanismos de mobilização energética.

Velocidade é a capacidade de, em razão da mobilidade do sistema neuromuscular e do potencial da musculatura para o desenvolvimento da força, executar ações motoras em curtos intervalos a partir das aptidões disponíveis do condicionamento (FREY, 1977).

A mais resumida definição de velocidade é a de Grosser (1991), e que além dos aspectos condicionais coordenativos são também considerados os componentes psíquicos. Segundo este autor a velocidade no esporte é a capacidade de atingir maior rapidez de reação e de movimento, de acordo com o condicionamento específico, baseada no processo cognitivo, na força máxima de vontade e no bom funcionamento do sistema neuromuscular.

Segundo Benedek e Palfai (1980), a velocidade dos jogadores de futebol é uma capacidade múltipla que depende da rápida reação, do manuseio da situação, da rapidez em iniciar o movimento e dar seqüência ao mesmo, da aptidão com bola, do drible e também do rápido reconhecimento e utilização das respectivas situações.

Para Zaciorskij, citado por Acero (2000), velocidade é a capacidade de executar ações motoras de maneira mais rápida possível em determinadas condições.
Harre, Hauptmann citado por Acero (2000) define a velocidade como uma capacidade psicofísica que se manifesta por completo em ações motrizes, onde o rendimento máximo não seja limitado pelo cansaço.

Segundo Hollmann citado por Barbanti (1996) a velocidade é definida como a “máxima rapidez de movimentos que pode ser alcançado”.

Bompa (2002) faz uma abordagem do conceito de velocidade baseada no aspecto coordenativo, onde diz que, crianças e jovens que não desenvolvem sua coordenação de membros superiores terão prejudicado seu desempenho de velocidade de corrida. O desenvolvimento multilateral durante a infância auxiliará no desenvolvimento desta capacidade física.

Em esportes coletivos, o atleta quase nunca desempenha uma ação em linha reta (caso do sprint no atletismo), os jogadores têm destaque quando conseguem mudar de direção rapidamente ao receber um passe ou para livrar-se do adversário. Portanto o atleta deve ser veloz ou fazer um movimento rápido. Sendo assim, é importante entender os diversos tipos de velocidade.

video

fonte: SILVA e SOUZA. TREINAMENTO DE VELOCIDADE PARA ATLETAS JOVENS NO FUTEBOL E SUA POSSÍVEL INFLUÊNCIA NAS CAPACIDADES FÍSICAS. 2008

17 comentários:

  1. podia ser mais bem explicada, com mais facil entendimento (:

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. nada a ver so pra voce q nao entendeu







      Excluir
  3. muito bom, tenho certeza que vai me ajudar muito em meus trabalhos

    ResponderExcluir
  4. pensa pra escrever mané

    ResponderExcluir
  5. velocidade de reção - e a capacidade de reagir tao rapido quanto possivel a um estimulo ou a um sinal.

    ResponderExcluir
  6. velocidade maxima ciclica - execuçoes motoras com maior rapidez possivel.(deslocamento)

    ResponderExcluir
  7. velocidade aciclica - execução de força muscular.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. velocidade acíclica é aquela onde há mudanças de direções e a cíclica é em linha reta.

      Excluir
  8. fernanda medeiros - mossoró-RN

    ResponderExcluir
  9. nada ave pensa antes de escrever

    ResponderExcluir
  10. Que merda é essa? Me atrapalhou mais ainda peste ruim!
    Vai toma no cú desgraça!
    GRRRR

    ResponderExcluir
  11. Só os fortes entendem. Ótimo texto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. isso mesmo so os fortes entendem.

      Excluir
  12. Respostas
    1. so para voce que é um ediota beleza play boy

      Excluir
  13. ediota? essa é boa.. aprende a escrever direito ... mané...

    ResponderExcluir